Return to site

Sistema agroflorestal na Tunísia é reconhecido como patrimônio agrícola global

· Notícias

Dois sistemas agrícolas tradicionais da Tunísia acabam de ser reconhecidos como Sistemas de Patrimônio Agrícola de Importância Global (GIAHS). São eles os jardins suspensos de Djebba El Olia e o cultivo de Ramli em Ghar El Melh.

O título do GIAHS é uma designação gerenciada pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Ambos locais refletem laços profundos entre as culturas cultivadas e o ecossistema natural, fauna e flora locais, além de promover a preservação do conhecimento tradicional e a conservação da biodiversidade. Espera-se que reconhecimento incentive as comunidades locais a valorizar e conservar melhor sua herança para as gerações futuras.

Jardins suspensos de Djebba El Olia

No alto do Monte el Gorrâa, os jardins de Djebba el Olia formam um sistema agroflorestal exclusivo. A uma altitude de 600 metros, os agricultores conseguiram moldar esta paisagem montanhosa a seu favor, integrando a agricultura em terraços derivados de formações geológicas naturais ou construindo-as em pedra seca.

Com um sistema de irrigação eficiente, os jardins suspensos são exemplos de agrosilvicultura e agroecologia que atendem às necessidades alimentares das comunidades locais ao longo do ano. Graças à preservação das florestas em alta altitude e à multiplicidade de espécies no estrato das árvores dos jardins, Djebba El Olia se beneficia de um microclima específico.

O cultivo de figueiras é a base de um sistema policultural variado e resiliente. Além dos figos, um grande número de vegetais, leguminosas e espécies de frutas são produzidos nos jardins, incluindo plantas solanáceas (tomate, pimenta), além de abóbora, fava, cebola, feijão e batata. A criação de gado também é parte da produção local.

Esses jardins se beneficiam das florestas próximas e da fauna e flora selvagens, garantindo que os polinizadores também integrem ​​a biodiversidade. A arte de gerenciar espécies cultivadas e selvagens é a base do conhecimento engenhoso do local. A qualidade dos produtos é muito apreciada – os figos, frutas frescas e secas e produtos processados ​​(geleias) da Djebba são altamente procurados localmente e no exterior, representando uma importante fonte de renda.

Fonte: Ciclo Vivo

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK